A cada dia, a preocupação da população mundial com o meio ambiente só aumenta. Frequentemente, vemos empresários poderosos e chefes de estado investindo em medidas capazes de diminuir o impacto causado pelo homem na natureza. Uma delas é o uso da energia fotovoltaica, tecnologia que pode ser empregada em casas, indústrias e imóveis comerciais. E, embora o assunto seja bastante comentado na mídia, há algumas curiosidades sobre a energia solar ainda desconhecidas pela maioria das pessoas.

É justamente sobre elas que falaremos neste artigo. São informações altamente relevantes e que, ao descobrir cada uma delas, será possível notar que essa alternativa é muito mais valiosa do que se imagina. Por exemplo: você sabia que esses equipamentos conseguem produzir energia até mesmo nos dias nublados? Não? Então, não deixe de conferir a leitura!

1. Balões solares

Recentemente, um grupo de pesquisadores japoneses e franceses deu início a um estudo para, no futuro, conseguir gerar energia solar com o auxílio de balões. Dá para imaginar?

Segundo os profissionais, com o auxílio dos balões solares, seria possível acabar com um dos principais problemas do sistema: o bloqueio de luz causado pelas nuvens, o que faz com que a produção oscile. Essa ainda seria uma alternativa para não ocupar muito espaço, uma vez que as “fazendas de energia solar” exigem metragens consideráveis para funcionarem adequadamente.

O objetivo da pesquisa é desenvolver balões com 30m de raio e ancorá-los no solo, em várias regiões do mundo. Agora, é cruzar os dedos e torcer para que esse projeto seja um sucesso!

2. Utilização pela NASA

Você sabia que, desde os anos 1960, a National Aeronautics and Space Administration (NASA) abastece as suas estações espaciais com energia solar? Há décadas, a melhor solução encontrada para fornecer energia fora da Terra tem sido os painéis solares, que são utilizados nas missões espaciais.

Em um primeiro momento, eles eram usados somente para abastecer equipamentos simples, como o rádio, que gerava uma quantidade muito baixa de energia. Mas, com o tempo e a modernização desse método, tornou-se possível utilizar a energia solar para realizar jornadas longas no espaço. É, sem dúvida, um avanço e tanto na exploração do homem no universo!

3. Geração de energia compartilhada

Outro fator interessante é que essa modalidade promove a geração de energia compartilhada. Basicamente, essa opção permite que um grupo de pessoas se reúna, seja através de uma cooperativa ou consórcio. Na geração compartilhada as parcelas da energia gerada são distribuídas por cotas do consórcio ou pela cooperativa, e a geração pode estar em local diferente do consumo, desde que estejam na mesma área de concessão (mesma concessionária). Seria basicamente um grupo de CPF ou de CNPJ com um espaço vazio pra instalar o sistema, distribuindo a energia gerada entre todos. Alguns exemplos seriam um grupo de lojistas, um grupo de pessoas sem área o suficiente para instalar o sistema em casa, etc. 

e-book gratuitoPowered by Rock Convert

Depois, é preciso abrir um CNPJ e eleger um membro para ser o administrador do grupo. Para que essa proposta funcione, é importante que todas as unidades consumidoras estejam presentes no mesmo local. Esse é o caso de prédios comerciais ou condomínios fechados. No caso de geração de condomínio, a geração é feita no próprio terreno, e a distribuição entre os condôminos é feita pelo síndico ou administrador do condomínio, geralmente de maneira igualitária.

Já a instalação do sistema é realizada normalmente e os excedentes produzidos pelas unidades são transformados em créditos para, posteriormente, serem abatidos na conta de todos. Interessante, não é?

4. Geração de energia em dias nublados

Uma das principais curiosidades sobre energia solar está na capacidade dos painéis solares funcionarem até mesmo em dias nublados. Explicamos: por serem fabricados a partir de altíssima tecnologia, esses equipamentos conseguem captar boa parte da energia solar mesmo em dias nublados, pois é quando a radiação se apresenta mais difusa.

Contudo, é importante ressaltar que, apesar de isso ser possível, menos watts de energia são produzidos em dias nublados do que seriam em períodos de sol intenso.

Se você decidir instalar um equipamento como esse na sua casa ou empresa, a recomendação é investir em um software especial, que ajuda a acompanhar e medir a quantidade de energia que está sendo produzida diariamente pelo sistema. Vale a pena!

Após conhecer essas curiosidades sobre energia solar, com certeza você também percebeu que essa alternativa possui vários benefícios, não é? Então, aproveite para investir nessa ideia. Além de ser uma excelente opção para economizar e contribuir com meio ambiente, a instalação é simples e não exige muita manutenção. Pense nisso!

E para se aprofundar em outros assuntos igualmente relevantes, aproveite o momento e confira nossas 8 dicas incríveis para economizar energia com ar-condicionado!

Comments

comments