Uma boa forma de começar a se preparar para abrir um negócio próprio, ou aprimorar um já existente, é conhecendo as principais ferramentas de gestão existentes no mercado. Desenvolvidas por diversos especialistas, elas são modelos práticos que não somente ajudam a começar um negócio, como também são fundamentais para o sucesso da empresa no decorrer do tempo.

Quer saber mais sobre esse assunto? Então confira, a seguir, as 6 principais ferramentas de gestão!

Ferramentas de gestão

1. Modelo de Negócios

Nada melhor que começar explicando o que é um negócio e como ele deve se desenvolver. Essa é a função do Modelo de Negócios, muito importante para o início de uma empresa. Nessa ferramenta, você expressa o que pretende fazer, além dos seus valores e relações com seu público de interesse.

Dessa forma, o planejamento da empresa se torna bem mais eficiente, além de facilitar a visualização para processos futuros que possam aparecer no desenrolar de seu negócio.

2. Canvas

A metodologia Canvas é uma estratégia que organiza o Modelo de Negócios de um jeito mais visual e articulado em um único documento. Por meio de perguntas estratégicas — como, o quê, por quê, onde, quanto e quando — é possível montar um diagrama extremamente útil, não só no início do empreendimento como por toda sua existência.

Os benefícios obtidos pela utilização da Canvas são inúmeros, entretanto, podem ser resumidos no conhecimento adquirido, que agrega na otimização e no diferencial da empresa. Isso é um dos fatores que mais importa no mercado.

3. Ciclo PDCA

O ciclo PDCA é um dos mais famosos entre as ferramentas de gestão, já que se tornou muito popular desde a década de 50. A sigla significa planejar, executar, analisar e agir, que são etapas essenciais para o bom funcionamento e aperfeiçoamento da sua empresa.

Esse procedimento pode parecer bem simples, mas, se for aplicado em cada passo de seu negócio, trará uma organização eficaz para possíveis imprevistos e mudanças que possam surgir ao decorrer do tempo.  

e-book gratuitoPowered by Rock Convert

4. Análise SWOT

Assim como o PDCA, a análise SWOT é uma ferramenta fundamental para o planejamento estratégico e crescimento saudável de seu negócio. Trata-se da análise de forças, fraquezas, oportunidades e ameaças a fim de evitar riscos no seu cenário. Desse modo, é obtido um conhecimento do mercado em que a sua marca está inserida — o que pode ser uma vantagem contra os concorrentes.

5. KPIs

Os KPIs são indicadores de performance que servem para verificar o desempenho do negócio. Eles podem ser classificados em:

  • estratégicos: trabalham na análise de futuros projetos e objetivos;

  • de produtividade: servem para estudar o desempenho dos projetos que já estão em andamento;

  • de alto nível: cuidam do comportamento geral da organização.

No ramo empresarial, não basta apenas planejar e agir. Por isso, é preciso sempre acompanhar tudo de perto e é onde os KPIs se destacam.

6. CRM

Além de todo o cuidado com o funcionamento interno e com o mercado, é necessário um enfoque em algo altamente importante: os clientes. De tal forma, com o uso da estratégia CRM, é possível integrar o relacionamento do negócio com o consumidor.

O CRM, nada mais é do que um software com dados e informações importantes do seu público, útil para captar pontos essenciais para gerar a fidelização. Afinal, um bom relacionamento com os clientes é primordial para uma empresa.

Como você viu, planejar e organizar são passos fundamentais quando se trata do ramo empresarial. Usando ferramentas de gestão, como as listadas acima, tudo se torna muito mais prático e eficiente.

Gostou de saber mais sobre as ferramentas de gestão? Então não deixe de seguir a Solarprime no Facebook e no Instagram.

 

Comments

comments