Ainda existem muitos desafios da energia solar a serem superados. Desde que a geração distribuída se tornou uma realidade no Brasil, o número de unidades consumidoras só têm aumentado. Até mesmo por conta desse crescimento, começaram a surgir propostas de taxação da tecnologia por parte do setor público, constituindo mais uma batalha a ser travada.

Neste artigo, você entenderá qual é o atual cenário que a energia solar enfrenta hoje no país. Também saberá quais são alguns dos maiores desafios que esse tipo de geração de energia limpa enfrenta atualmente. Ainda, ficará a par das tendências do setor e, por fim, conhecerá um parceiro de confiança. Pronto para a leitura? Então continue conosco!

Qual é o panorama atual do mercado de energia solar no Brasil?

Desde 2012, quando foi dada a permissão para que os próprios consumidores produzissem sua energia, o mercado de energia solar no Brasil experimentou um salto muito grande. A chamada geração distribuída permite que qualquer unidade consumidora realize a sua produção de energia à medida que ocorre o consumo. Ao mesmo tempo, permite compartilhar o excedente com a concessionária de energia local.

Como o modelo se mostra muito vantajoso, os números são favoráveis à expansão do setor em território nacional. Prova disso são os dados que mostram como a geração distribuída foi bem- aceita: hoje, temos em torno de 400 mil unidades gerando a energia que consomem, segundo informações da Associação Brasileira de Energia Fotovoltaica — ABSOLAR. Ainda segundo a associação, a geração por meio da energia solar representa quase a totalidade das unidades, com 99% de participação.

Todo esse movimento faz parte de um processo maior chamado de descarbonização do setor de geração de energia elétrica. Isso significa que cada vez mais a procura pelos meios de produção de energia limpa se intensifica. A energia solar contribui duplamente para o atendimento dessa demanda, pois, além de não agredir o meio ambiente, ainda proporciona a descentralização do processo de geração, o que traz alívio ao sistema de transmissão de energia.

Quais são os desafios da energia solar para alcançar a consolidação?

Acompanhe a seguir os principais desafios enfrentados pelo setor de geração de energia fotovoltaica.

Eficiência dos painéis solares

A taxa de conversão dos raios solares em energia elétrica efetuada pelas células fotovoltaicas sempre foi alvo de constante perseguição dos estudiosos. Desde sua invenção, diversos estudos vêm sendo feitos com o intuito de melhorar a eficiência da conversão de energia. É fato que os painéis fotovoltaicos estão cada vez melhores nesse quesito, mas ainda há uma longa estrada a percorrer.

Mesmo com todos os avanços tecnológicos, a conversão média obtida hoje é de cerca de 33%. Isso significa que a maior parte da energia contida nos raios solares ainda é desperdiçada, infelizmente. Inclusive, essa é uma das razões para a grande quantidade de painéis exigidos mesmo em uma instalação de porte pequeno. O reflexo disso é o encarecimento do sistema como um todo, conforme explicitado no tópico a seguir.

Custo de implantação da tecnologia

Conforme abordado, a eficiência de uma célula fotovoltaica não é tão grande assim. Para conseguir a geração desejada, é necessário ampliar o número de painéis solares a ponto de proporcionar a energia que é demandada pela unidade consumidora. Como o custo de cada painel é considerável, o gasto com o sistema acaba se tornando alto também.

e-book gratuitoPowered by Rock Convert

O problema disso é que surge um obstáculo para a disseminação da tecnologia em todo o território nacional. Muitas famílias não dispõem do valor total que um sistema desse tipo requer para sua implantação. Por outro lado, nem sempre é fácil conseguir que um financiamento desse porte seja aprovado. O custo total de implantação acaba sendo um desafio a ser vencido, até que o seu valor decaia com o aumento da concorrência e o barateamento da tecnologia no mercado.

Regulação governamental

Um dos pontos de grande desafio para o setor acaba sendo uma espécie de briga com o governo do país. Talvez esse seja um tema que nunca se esgotará e que precisará de muito empenho por parte de todos para que a geração de energia solar não sofra duros golpes.

Ocorre que existem vários projetos de lei que têm a intenção de taxar a geração de energia solar no Brasil. Sim, é isso mesmo que você leu. Alguns órgãos do governo fazem constantes estudos para justificar a criação de impostos para unidades consumidoras que geram a sua própria energia! E vinda do sol!

Antes, o setor não era tão visto pelo governo porque ainda não tinha grande expressão. Bastou a energia solar se destacar para que os olhos dos cobradores de impostos passassem a ver a geração distribuída como fonte de recursos. A justificativa é que o envio de energia por parte do gerador sobrecarrega o sistema da concessionária, e isso requer uma compensação financeira.

No entanto, o argumento não se sustenta, já que a mesma unidade que antes estava consumindo agora vai gerar sua própria energia (e a consumirá em tempo real), enviando o excedente ou consumindo energia na parte da noite. Sendo assim, a via é sempre de mão única, ou seja, o peso para o sistema de energia de cada unidade consumidora não muda nunca, por conta da geração pelo meio solar.

Quais são as tendências em energia solar para os próximos anos?

Como a tecnologia nunca para de evoluir, o setor de energia solar também tem seus avanços. Existem novas células fotovoltaicas orgânicas que são baseadas em organismos vivos. As telhas solares também poderão ser uma realidade em breve, assim como revestimentos de construções que podem converter a energia do sol em energia elétrica.

Apesar de ser uma tecnologia revolucionária, os desafios da energia solar estão presentes para serem superados. Vários fatores ainda impactam a sua disseminação massiva, mas um olhar mais apurado consegue perceber que hoje ela é bem maior do que já foi no passado.

No momento que se decide pela implantação de um sistema solar, deve-se contar com um parceiro de confiança. A Solarprime é especialista na tecnologia e atende projetos de todos os portes e finalidades, desde instalações residenciais até industriais, passando pela atividade comercial também.

Gostou do conteúdo? Então aproveite e entre em contato conosco. Você poderá conhecer com mais detalhes nosso trabalho falando com um de nossos consultores!

Comments

comments