O IPTU é um dos tributos que mais assombram os brasileiros todos os anos, especialmente porque tem sofrido reajustes que tornam o seu pagamento mais custoso. E como evitar esse imposto não é uma opção, vale a pena buscar formas de conseguir amenizar o valor. Uma dessas maneiras é o desconto IPTU com energia solar.

Pensando no tema, preparamos este post. No texto explicaremos mais sobre esse imposto e os benefícios da utilização desse tipo de energia, traçando a relação entre os dois. Vamos lá?

Por que se preocupar com o IPTU?

O Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) incide sobre bens imobiliários. Estão sujeitos a essa tributação todos os tipos de propriedades, sejam aquelas voltadas para habitação, edificações comerciais, prédios industriais e chácaras.

Esse imposto é previsto pela Constituição federal e é destinado a esfera municipal. Assim, é responsabilidade de cada prefeitura decidir o que será feito com a arrecadação. O tributo é de grande importância porque compõe uma parte significativa da renda dos municípios. Comumente, os governos usam o recolhimento para fazer obras de infraestrutura, como asfaltamento e iluminação pública, melhoramento do saneamento, da saúde e da educação.

É a Legislação Municipal que decide o valor a ser pago e o cálculo é feito considerando alguns fatores. Assim, considerando o tamanho do terreno, a região da cidade em que ele é localizado, a extensão da área construída e o tipo de acabamento da construção, cada proprietário terá uma quantia a pagar.

O IPTU pode ser pago tanto à vista como parcelado. A diferença é que o pagamento à vista é feito no início do ano, com o desconto, e o pagamento parcelado é baseado no valor integral. Uma mudança no cálculo do imposto só pode ser ocorrer mediante uma mudança legislativa, mas muitos cidadãos já lidam com isso.

Em 2018, por exemplo, muitos brasileiros enfrentaram aumentos do carnê, em alguns casos essa diferença chegou a 2000%. Não pagar esse tributo não é uma opção, já que as consequências podem ser muito problemáticas, como a negativação do nome do proprietário, ou até mesmo a perda do imóvel.

Dessa maneira, a melhor forma de lidar com esse gasto é se planejar, antecipando-se a cobranças para aproveitar o desconto quando se inicia um novo ano.

Como funciona a energia fotovoltaica?

Entender o funcionamento dessa tecnologia é essencial para compreender como ela pode impactar positivamente no valor do IPTU. Pensando nisso, separamos alguns tópicos para que você tenha conhecimento sobre este assunto e para que possa obter todos os seus benefícios.

Funcionamento

A energia fotovoltaica é gerada através do sol. Ao contrário de outros tipos de energia, como a energia solar térmica, ela não depende do calor desse astro. A energia fotovoltaica é a eletricidade gerada pelos raios solares. Quando esses raios incidem no sistema, são transformados em corrente para alimentar as funcionalidades elétricas do local onde será instalado.

Para que o usuário possa contar com a eletricidade à noite, é preciso investir em um sistema conectado à rede, ou seja, um sistema On Grid. Em regiões remotas onde a rede concessionária não chega, os sistemas Off Grid são de grande utilidade, mas, nesse caso, são usadas baterias para o funcionamento noturno.

e-book gratuitoPowered by Rock Convert

Principais equipamentos

Para o pleno funcionamento do sistema, é preciso que os equipamentos adequados estejam instalados. Um dos principais é o painel solar, ou módulo fotovoltaico. Fisicamente, esse equipamento é uma placa composta por várias células solares, que são um material semicondutor que faz a transformação da energia irradiante do sol em elétrica.

É importante frisar que essa eletricidade não sai direto dos módulos fotovoltaicos para a casa porque está em forma de corrente contínua (CC) e precisa ser transformada em corrente alternada (CA) para ser compatível com a rede. É o inversor solar que faz essa transformação, sendo de extrema importância.

Além desses citados, há outros elementos, como os dispositivos de segurança, a estrutura metálica de fixação e os cabos de conexão. Aqui, o interessante é entender que essas composições devem ser de qualidade para não comprometer o sistema.

Instalação e cuidados

Os painéis fotovoltaicos são, geralmente, instalados sobre a parte superior da edificação, seja um telhado ou uma cobertura. É preciso ter disponível espaço suficiente com incidência solar para gerar a quantidade de energia necessária para cobrir o consumo daquela unidade. Por isso, o sombreamento pode ser um problema.

Se necessário, elementos que possam causar sombra sobre os módulos devem ser removidos. Esse é o caso de podar vegetações muito frondosas. No entanto, se a sombra for causada por construções no entorno do terreno ou objetos no telhado que não possam ser removidos, como antenas ou chaminés, o responsável pelo projeto deve pensar em uma outra forma de fazer a instalação.

Como a energia fotovoltaica impacta no IPTU?

Além de gerar eletricidade, o uso da tecnologia fotovoltaica pode proporcionar desconto IPTU com energia solar. Como mencionado, esse imposto pode ser muito caro para alguns consumidores, e conseguir uma diminuição do valor pode ser muito significativo no orçamento.

Como modo de incentivo a práticas sustentáveis e o consumo consciente, algumas prefeituras concedem descontos desse tributo para cidadãos que utilizam energia solar. Esse é o caso de cidades como Salvador (BA), Belo Horizonte (BH) e Campo Grande (MS). Nesses locais, de acordo com a parcela do consumo da propriedade que é coberto pelo sistema fotovoltaico, os descontos variam entre 5% e 10%.

Quais os outros benefícios da energia fotovoltaica?

Além do desconto no IPTU com energia solar, os consumidores têm acesso a outras vantagens. A principal delas é não depender do fornecimento usual de energia. Todos os anos, os brasileiros sofrem com a variação da taxa de eletricidade e com a inserção de bandeiras, o que torna a conta ainda mais cara.

Um benefício econômico são os créditos solares que ocorrem quando a eletricidade gerada é maior do que aquela que é consumida, esse excedente é injetado na rede e se transforma em créditos. A partir desses créditos, o valor da conta de luz é reduzido em até 95%.

Pronto! Agora que você já sabe o que é o desconto IPTU com energia solar, é hora de investir nessa tecnologia. A Solarprime oferece soluções para consumidores e empreendedores dentro dessa área.

Gostou deste conteúdo? Entre em contato conosco e conheça mais sobre o nosso trabalho!

Comments

comments