A energia solar tem crescido cada vez mais no mercado mundial e no brasileiro. Ela pode ser usada no meio residencial, comercial e até mesmo industrial. E uma dúvida muito comum entre os consumidores é se é possível ter um sistema fotovoltaico em casa alugada. Isso, porque, várias pessoas demoram um pouco mais para adquirir um imóvel próprio, e ainda assim querem gerar a própria energia.

Neste texto, trouxemos as principais informações acerca desse tema, explicando como é feita a instalação desse tipo de tecnologia e o que pode ser feito em um imóvel alugado. Boa leitura!

Como é feita a instalação de um sistema fotovoltaico?

Podemos considerar que a principal parte de um sistema solar fotovoltaico são os painéis. Eles consistem em uma estrutura plana feita com um material semicondutor, cuja aparência se assemelha a uma superfície de vidro. É ele que faz a absorção dos raios solares e a posterior transformação em corrente elétrica.

Geralmente, os painéis são fixados sobre a parte superior da casa, seja ela um telhado convencional ou laje. Mas também é possível colocá-los em espaços abertos como terrenos e estacionamentos. O mais importante nesse caso é que o local seja livre de estruturas que podem causar sombreamento, como galhos de árvore e chaminés. Os suportes das placas solares são firmemente parafusados na cobertura, de maneira que não haja risco de queda.

Além disso, há também o inversor solar que tem a função de transformar a corrente contínua gerada pela placa em corrente alternada, para torná-la compatível com equipamentos eletrônicos e com a rede elétrica. O inversor fica na parte externa, preso à parede, no abrigo de intempéries como chuvas.

Como pode ser feita a instalação de um sistema fotovoltaico em casa alugada?

Para ter todos os benefícios da energia solar, como a economia com a conta de luz, o sistema fotovoltaico deve ser On Grid, ou seja, conectado à rede. Dito isso, ele precisa estar no mesmo nome do titular da conta. Assim, não é preciso ser proprietário do imóvel para investir nessa tecnologia.

e-book gratuitoPowered by Rock Convert

Outro aspecto importante é que, apesar dos cuidados para que os painéis fiquem bem presos ao telhado, ele é completamente removível. Então, uma vez que você adquirir um sistema fotovoltaico na sua residência alugada, poderá levá-lo sem o menor problema em caso de mudança. Nessa condição, é necessário contar com um profissional para a remoção e a reinstalação.

Além disso, converse com o proprietário para garantir que não haverá nenhum empecilho nessa situação. Muitas pessoas preferem não fazer nenhuma alteração na estética externa de sua propriedade, por isso é muito importante saber isso antes mesmo de alugar a casa.

Quais as outras opções de instalação em construções?

Quem mora em apartamento também pode usufruir dos benefícios da energia fotovoltaica. Existem projetos que fornecem eletricidade suficiente para cobrir as áreas comuns de um condomínio, como luzes externas e dos corredores, elevadores, salões de festa, entre outros.

Essa é uma medida que promove uma grande economia com a taxa de condomínio, para que isso aconteça, é necessária a aprovação de todos os condôminos. Com uma ampla área de instalação, a energia restante será dividida entre os apartamentos.

Pronto! Agora você já sabe que é, sim, possível e viável implementar um sistema fotovoltaico em casa alugada. Lembre-se de que essa estrutura será sua e você poderá gerar energia onde decidir morar.

Gostou deste conteúdo? Então siga a Solarprime no Instagram para receber sempre as novidades!

Comments

comments