Se você tem o sonho de abrir um negócio, mas falta coragem para transformá-lo em realidade, saiba que você não está sozinho. O medo de empreender é um sentimento bastante comum e perturba muitos aspirantes a empresários, que acabam desistindo no primeiro fracasso ou até mesmo de iniciar a empresa.

Há quem tenha medo do comprometimento necessário para ser o seu próprio chefe, pois abrir um empreendimento pode impactar na perda da liberdade. Isso quando não é o seu inconsciente que gera o medo de ter sucesso e acabar mudando demais a sua vida. Também tem o medo do constrangimento caso o negócio não dê certo.

A questão é que o medo é um sentimento muito pessoal, que tem relação com as experiências e meio ambiente de cada um. Mas existem algumas razões comuns que geram o medo do empreendedorismo. Leia este post para saber quais são elas e como fazer para superá-las.

Por que as pessoas sentem medo?

A neurociência afirma que o medo é um estado fisiológico do sistema nervoso da amígdala, responsável por definir como reagimos a uma ameaça. Todavia, a maneira como vivenciamos o medo não é uma resposta positiva ao perigo apresentado. Isso afeta o nosso lado físico, aumentando os batimentos cardíacos e alterando nosso padrão respiratório e mental por conta da expectativa que criamos em torno de possíveis maus resultados.

Na verdade, a sensação de medo tem a função de proteção dos perigos, preservando o nosso bem-estar. Entretanto, a partir do momento que ele não está realmente nos protegendo, sentir medo se torna um obstáculo. Então, podemos definir medo como o instinto dos seres humanos em situações desconfortáveis.

O medo como aliado e inimigo

O medo tem seu lado positivo e negativo. Como dissemos, ele nos protege em ocasiões perigosas, impedindo ações impulsivas. Quando sentimos medo, paramos para pensar e ponderamos sobre os possíveis impactos de determinadas decisões. Além do mais, pode ser que a sensação preponderante decorrente do medo seja decidir lutar por aquilo que o apavora.

Por outro lado, o medo pode nos impedir de realizar sonhos. Isso porque outras reações a esse sentimento são a fuga e a inércia. É preciso estar atento e ter cuidado para que a falta de ação não seja confundida com procrastinação. Procrastinar é adiar, deixar para depois, enquanto a inércia é a completa ausência da ação.

O medo de fracassar aparece em um empreendedor quando ele avalia as ameaças em cenários nos quais pode se dar mal. Essas conjunturas trazem consigo a sensação de fracasso ou as consequências que erros do passado causaram.

Então, considerando que ao sentir medo você pode fugir, lutar ou não fazer nada, caso você queira ser um empreendedor, a sua opção deve ser batalhar pelo que você acredita. Assim, você estará assumindo o controle do seu destino caso seja posto à frente de um insucesso.

Lembre-se que quando você tem medo de não vender, de se esforçar em vão, de não conseguir arcar com os custos do negócio ou de não chegar onde quer, você está sendo o seu maior concorrente. A concorrência é inimiga ao roubar suas horas de sono, mas também uma aliada ao motivá-lo diariamente para correr atrás de inovações e melhorias.

O que justifica o medo de empreender?

Empreender significa precisar realizar atividades que não necessariamente são o seu forte ou que você gosta de fazer. Logo, é fundamental que você admita o que sabe e não subestime seu potencial em aprender ou terceirizar o que desconhece.

e-book gratuitoPowered by Rock Convert

Não se esqueça que você não é o único a passar por isso. Afinal de contas, nenhuma empresa de sucesso foi construída dentro de uma zona de conforto. Não existe um empreendedor que seja bom em tudo. Portanto, isso não é um problema.

Até conseguimos entender o medo de fracassar, pois ninguém quer cometer um erro e ficar mal perante os outros. Já o medo do sucesso não é suficientemente abordado e, consequentemente, pouco compreendido. Normalmente, esse tipo de receio é decorrente da previsão de um desconforto, caso aconteça uma mudança grande de vida resultante de um grande feito.

Só de pensar em ter de passar por mudanças, a maioria dos seres humanos já se sente desconfortável e ansiosa. Por vezes, inconscientemente, essas pessoas desaceleram a busca pelas suas metas.

Como vencer o medo e investir na carreira de empreendedor?

Veja algumas dicas para que você seja capaz de vencer o medo, minimizando riscos para abrir sua própria empresa.

Invista em autoconhecimento

Antes de abrir o seu negócio, você precisa identificar o que gosta de fazer ou o que deseja fazer. É imprescindível que você busque o autoconhecimento antes de tomar decisões. Quando você conhece a si mesmo, consegue discernir a sua tolerância a riscos, para balizar os perigos que está disposto a enfrentar.

Olhar para si também permite que você determine em qual nicho de mercado quer estar inserido, por exemplo. Reflita bastante a respeito do seu perfil, a fim de se sentir mais seguro quando chegar o momento de fazer escolhas.

Faça uma lista dos seus interesses

Liste seus hobbies e tudo o que você tem interesse genuíno em fazer. Isso orientará na escolha de qual franquia investir o seu dinheiro. Ao relacionar seus interesses, você terá mais clareza nesse processo de empreender.

Tenha uma reserva financeira

Faça uma reserva financeira antes de começar sua vida de empresário. Ela servirá para dar conforto financeiro e emocional a você enquanto sua franquia não tem lucro.

Conheça de perto as alternativas

Visite feiras de negócios focadas em franquias e converse com os fraqueados que já estão em operação. Assim, você entenderá melhor como é a vida de um empreendedor. Essa compreensão proporcionará segurança.

Para que você possa vencer o medo de empreender, ir atrás de informação é a melhor saída. Neste post, você já ficou sabendo mais sobre esse sentimento. Agora, vá para a parte prática e faça uma pesquisa de quais franquias têm propostas atrativas para você investir. Assim, você não correrá o risco de ficar paralisado e correrá atrás do seu sonho de entrar para o mundo do empreendedorismo.

E você, já sentiu ou está sentindo medo de empreender? Deixe seu comentário e nos conte a sua experiência.

Comments

comments