O Facebook, em parceria com a Airbus, empresa internacional no setor aeroespacial, está testando na Austrália um projeto de drone movido a energia solar com capacidade de transmitir internet à população.

De acordo com o veículo de imprensa alemão Netzpolitik, as empresas negociaram a colaboração durante todo o ano passado, e tinham testes programados para os meses de novembro e dezembro de 2018.

Os modelos de drones testados são alimentados por meio de painéis de energia solar fotovoltaica. Esses protótipos já eram desenvolvidos pela Airbus para serem utilizado em missões de defesa, humanitárias e ambientais e possuem envergaduras médias de 25 metros, podendo voar a uma altitude de 20 quilômetros. Além disso, possuem capacidade de carregar um dispositivo de transmissão de internet.

Contudo, até o momento, o Facebook e a Airbus não forneceram mais informações a respeito da cooperação. Segundo um comunicado oficial do Facebook, a empresa não pode dar mais detalhes no momentos, mas continua a trabalhar com parceiros para a conectividade utilizando o HAPS, sigla em inglês para Sistema de Plataforma de Alta Altitude.

e-book gratuitoPowered by Rock Convert

A equipe da rede social também não se manifestou sobre o escopo do novo projeto. Além disso, ainda não ficou claro se é tecnicamente possível fornecer acesso massivo à internet via drone.

O Facebook tem diversos projetos cujo o objetivo é expandir o acesso à internet ao redor do mundo, especialmente para países em fase de desenvolvimento, localizados na Ásia, África e América Latina.

Os drones são o projeto mais arrojado, mas a empresa já usa software e infraestruturas já existentes para tentar levar acesso à internet a um custo mais baixo, como é o caso do controverso projeto Internet.org, banido na Índia por violar a neutralidade da rede ao restringir quais sites e aplicativos podiam ser usados pela população.

Fonte: Época Negócios

Comments

comments