Você pode não ser fanático por cupons de desconto, mas com certeza gosta de uma boa economia nas contas no fim do mês, não é? Se esse for o caso, você precisa conhecer o IPTU Verde. Com ele, você pode economizar ao mesmo tempo em que ajuda o meio ambiente e moderniza a sua casa.

Para entender melhor o que é esse benefício, como ele funciona, quais vantagens ele pode trazer para a sua conta bancária e de que forma ele pode beneficiar o planeta, continue a leitura!

Como surgiu a ideia do IPTU verde?

O IPTU Verde surgiu no município de Salvador, Bahia, a partir da tentativa de reduzir o consumo de recursos naturais e geração de resíduos sólidos na construção civil — é lá que se concentra cerca de 50% dos resíduos sólidos gerados nos centros urbanos.

A ideia inicial era fazer com que as construtoras adotassem a sustentabilidade em ações como a utilização de técnicas para o melhor aproveitamento da água e dos resíduos na construção de empreendimentos. Dessa forma, conseguiriam a certificação IPTU Verde e, consequentemente, a redução do valor do imposto.

No entanto, esse benefício não se restringe apenas às construtoras: ele engloba qualquer proprietário de imóvel, desde que a edificação tenha soluções sustentáveis implantadas.

Não importa se o empreendimento tem as instalações desde a sua construção ou se passou por uma reforma ou ampliação. Na prática, ao reformar a sua casa e aplicar algumas dessas medidas, você pode conseguir o certificado do IPTU Verde e aproveitar o desconto no imposto.

Como o IPTU verde pode proporcionar economia?

Por se tratar de uma lei municipal, cabe a cada município estabelecer as suas regras. Entretanto, existe uma característica comum a todas as leis: há uma pontuação específica para cada medida sustentável aplicada à residência ou ao estabelecimento. Ou seja, quanto maior o acúmulo de pontos, maior o desconto.

Em alguns municípios, o abono sobre o imposto pode chegar a mais de 10%. Algumas das várias medidas cabíveis para as construções são:

  • instalar um sistema de captação e utilização das águas da chuva;
  • separar lixo reciclável do não-reciclável;
  • plantar mudas de árvores de espécies nativas;
  • construir calçadas permeáveis;
  • instalar telhados verdes e jardins verticais;
  • utilizar lâmpadas de LED;
  • fazer uso de equipamentos para o aproveitamento de energia solar.

O que fazer para usufruir desse recurso?

Para que você possa obter o desconto no IPTU, é necessário que o seu município tenha aderido à lei. Algumas das cidades que já abraçaram essa causa são:

  • Araraquara;
  • Americana;
  • Barretos;
  • Camboriú;
  • Campos do Jordão;
  • Colatina;
  • Curitiba;
  • Goiânia;
  • Guarulhos;
  • Ipatinga;
  • Maringá;
  • Manaus;
  • Rio de Janeiro;
  • Salvador;
  • São Carlos;
  • São Vicente;
  • São Bernardo do Campo;
  • Seropédica;
  • Tietê.

Caso o seu município seja um dos que já adotaram o projeto e você acredita que a sua residência ou escritório tenha estruturas que contribuam para o meio ambiente, procure a prefeitura para saber o procedimento exato para solicitar o benefício. Como as regras variam de município para município, os trâmites para requisitar e conseguir o desconto também divergem.

Independentemente da localidade, o certificado sempre terá um período de validade e, para manter o benefício, você deverá solicitar a renovação juntamente à prefeitura da sua cidade.

Qual a importância do IPTU verde para as cidades?

O equilíbrio do meio ambiente e também do meio urbano é algo primordial não só para a preservação dos recursos naturais, mas também da qualidade de vida das pessoas — afinal de contas, esses dois espaços estão diretamente relacionados.

Por essa razão, é fundamental que o setor de construção civil assuma parte da responsabilidade para atingir essa meta. O primeiro passo a ser dado nessa tarefa é gerenciar a atuação desse mercado com a ajuda do IPTU verde.

Inicialmente, a adoção das boas práticas presentes no IPTU verde podem parecer complicadas e cansativas. No entanto, a longo prazo, essa é uma forma de evitar prejuízos financeiros, além de fazer com que os clientes tenham uma imagem positiva da empresa.

e-book gratuitoPowered by Rock Convert

Portanto, com toda certeza, o investimento em ações sustentáveis é um grande diferencial tanto para o setor privado como para o setor público.

O IPTU verde é um aliado importantíssimo quando o assunto é preservação ambiental. As propostas desse tipo de IPTU são fundamentais para a manutenção do ambiente natural, estendendo seus benefícios a quem mora ou frequenta a cidade.

Quais as cidades mais sustentáveis do Brasil?

As cidades mais sustentáveis do Brasil ganharam esse título por investirem em alguns setores importantes para qualidade de vida de seus moradores e visitantes, como o desenvolvimento urbano, o crescimento econômico, o respeito à natureza e a preservação ambiental. Veja quais são elas:

Curitiba (PR)

A capital do estado do Paraná tem a melhor qualidade de ar do Brasil, resultado, principalmente, da grande preservação ambiental da cidade, que conta com 64 m² de área verde por habitante.

Londrina (PR)

Essa cidade paranaense tem um projeto de sustentabilidade funcionando desde 1996, com foco nos catadores de lixo para materiais recicláveis. Essa ação favorece a geração de empregos, além de contribuir com um lugar mais limpo e sustentável.

Santana de Parnaíba (SP)

Parte da região metropolitana do estado de São Paulo, Santana do Paraíba também tem uma cooperativa de catadores, proporcionando as mesmas vantagens do município de Londrina. Bons exemplos geram boas ideias!

Paragominas (PA)

Esse município paraense, apesar de pouco conhecido, abraça práticas altamente sustentáveis, com foco no forte combate ao desmatamento.

Extrema (MG)

Quase na divisa com o estado de São Paulo, essa cidade do extremo sul de Minas Gerais foca suas ações sustentáveis na preservação das águas e das áreas protegidas por lei.

João Pessoa (PB)

A união entre a Prefeitura Municipal, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a Caixa Econômica Federal foi responsável pela criação da primeira cidade totalmente sustentável do Brasil. Essa parceira viabilizou o estudo que detectou tudo que precisava ser feito na capital da Paraíba, com destaque à proteção das áreas ambientais.

Como o uso de energia solar pode reduzir o IPTU?

O maior objetivo do IPTU Verde é fazer com que as pessoas modifiquem suas casas e empresas a fim de colaborar com o planeta por meio de práticas sustentáveis.

A utilização de equipamentos de energia solar é uma das formas de tornar o empreendimento mais colaborativo à cidade e ao bem-estar social. Afinal, ao instalar placas fotovoltaicas em sua residência, você utiliza uma fonte de energia renovável, o que contribui com o planeta.

A energia solar é uma grande aliada na redução da poluição e das taxas de carbono por ser considerada uma energia limpa — ao contrário de usinas termelétricas, por exemplo, que produzem energia a partir no carvão mineral, agredindo o meio ambiente a curto e longo prazos.

Além disso, ela também auxilia na diminuição da conta de energia elétrica, o que pode potencializar a economia adquirida com o IPTU Verde. Para entender melhor como a energia solar pode ajudar você a economizar, leia o nosso post sobre como a energia solar resulta em economia. Até a próxima!

Comments

comments