Todos os dias cresce o número de pessoas que estão investindo na energia solar, um processo eficiente capaz de gerar energia elétrica a partir da radiação do sol. Tal sistema é composto por controladores de carga, inversores, baterias e, claro, o famoso painel solar fotovoltaico.

Este último é bastante conhecido: são placas amplas e instaladas nos telhados de residências, empresas e indústrias. E apesar de parecer uma tecnologia moderna, muitos não imaginam que esse procedimento é utilizado há muito tempo pelo homem.

Que tal entender melhor sobre essa instalação que chegou para transformar o mundo e a maneira como vivemos? Confira o nosso post especial e fique atualizado no assunto!

O que é o painel solar fotovoltaico?

O painel solar fotovoltaico, chamado por muitos de placa solar, é um dos protagonistas no funcionamento do sistema de energia solar. Em geral, essas peças são instaladas nos telhados de casas e empresas, com o objetivo de receber o máximo de radiação solar direta, sem qualquer tipo de interferência.

Com a incidência dessa energia, as células fotovoltaicas são capazes de captar a energia solar e convertê-la em elétrica. Em outras palavras, quanto mais iluminação direta o painel recebe, mais energia será produzida para o ambiente.

É comum imaginarmos que essa tecnologia foi recentemente inventada pelo homem. Nada disso! Na verdade, a técnica de utilizar células solares é bem antiga e foi desenvolvida pela primeira vez em 1839, a partir de uma pesquisa liderada pelo francês Antoine César Becquerel.

Com o passar do tempo, muitos especialistas se aprofundaram no assunto e, hoje em dia, a energia obtida pelos painéis fotovoltaicos pode ser usada não somente para o abastecimento da rede elétrica das nossas residências, como também para gerar energia em grande escala, como acontece nas usinas solares.

Como esse equipamento é composto?

Agora, você deve estar se perguntando como o painel solar fotovoltaico é composto, certo? Para entender melhor, mostraremos abaixo a composição básica de cada placa solar.

e-book gratuitoPowered by Rock Convert
  • moldura de alumínio;
  • vidro especial temperado de 3.2 mm e muito resistente;
  • película encapsulante (EVA);
  • células fotovoltaicas;
  • segunda película encapsulante (EVA);
  • backsheet, também conhecido como fundo protetor;
  • caixa de junção.

A maioria das células fotovoltaicas produzidas atualmente são extraídas do cristal de silício puro. Ao longo do processo, o silício é transformado em fatias, tecnicamente chamados de wafers. Os wafers, por sua vez, são quimicamente tratados e transformados nas células fotovoltaicas que fazem parte da composição das placas.

É durante esse procedimento que o silício se torna uma espécie de condutor de elétrons, que são capazes de se desprender com a luz do sol e, com isso, formarem uma corrente elétrica. 

Quais resultados podem ser obtidos com a sua utilização?

Aos poucos, a energia solar vem conquistando o seu espaço no mercado brasileiro. Com mais informações sobre o assunto, as pessoas estão bastante interessadas em instalar esse tipo de equipamento nos seus espaços para reduzir os gastos e aproveitar os diversos benefícios desse sistema. Conheça abaixo os principais!

Energia renovável e sustentável

Quem opta por instalar um sistema de energia solar está, automaticamente, colaborando para o meio ambiente. O motivo? Essa energia é renovável — ou seja, nunca acaba. Além disso, o processo de fabricação dos equipamentos é controlado e não polui a natureza. 

Redução de custos

Sim! O custo inicial para implantar um sistema de energia solar pode ser realmente caro. No entanto, a longo prazo essa instalação proporciona uma boa economia, que pode chegar a 98% na conta de luz. Ótima vantagem, não é mesmo?

Baixa manutenção

Outra vantagem está na baixa manutenção do sistema. Isso porque os componentes são simples e oferecem uma vida útil longa. Dentre os cuidados básicos com o equipamento, podemos destacar: escolher um local adequado para a instalação, evitar que o sistema esteja próximo de árvores e arbustos e fazer a limpeza periódica das placas. 

Anote essa curiosidade: ao ser bem instalada, uma placa solar pode durar mais de 25 anos. Incrível!

Gostou de saber mais sobre o painel solar fotovoltaico? Agora, diga o que achou deste conteúdo na caixa de comentários abaixo. Vamos adorar receber a sua opinião!

Comments

comments