Que atire a primeira pedra o consumidor que nunca “torceu o nariz” na hora que se deparou com a conta de energia cara. Atualmente, esse cenário tem ocorrido bastante entre os brasileiros — e, ao que tudo indica, pode se agravar após o aumento das bandeiras tarifárias, que acontecerá em junho.

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o maior reajuste será aplicado na “bandeira amarela”, que existe no Brasil e terá um aumento de 50%. Mas, sem desespero: ainda assim, é possível investir em alguns truques para evitar que a sua conta alcance um valor absurdo. 

Ficou curioso? Para saber mais, acompanhe as nossas dicas exclusivas sobre o assunto e evite surpresas desagradáveis!

Substitua as lâmpadas tradicionais pelos modelos de LED

Que tal começar a sua economia com a troca das lâmpadas de casa? Hoje em dia, essa tem sido uma das mais simples e eficazes estratégias para quem deseja acabar com a conta de energia cara. Ao trocar todas as lâmpadas do seu imóvel, é possível alcançar uma economia mensal que beira os 70%. Já imaginou?

Isso porque, as lâmpadas tradicionais, aquelas de tonalidade amarelada, são as grandes vilãs do nosso bolso. Quando utilizadas em um ambiente, elas conseguem gastar, em média, 75 watts — o que é considerado bastante!

As versões em LED, por sua vez, são consideradas as melhores do mercado atual, já que consomem somente 9 watts para funcionar de maneira adequada. É uma diferença e tanto!

Priorize a iluminação natural dos ambientes

De uns tempos para cá, a maioria dos projetos arquitetônicos tem priorizado a iluminação natural nos ambientes. Não é para menos: essa prática oferece inúmeros benefícios aos moradores de uma casa — e que vão muito além de um visual agradável.

Basicamente, essa alternativa consiste em aproveitar — ao máximo — a luz do sol para iluminar os cômodos internos ao longo do dia, evitando assim, o consumo de uma grande quantidade de energia elétrica no mês. No entanto, fora essa grande vantagem, a iluminação natural proporciona outros benefícios igualmente interessantes aos indivíduos.

Ao investir nessa ideia, você conseguirá gerar maior sensação de bem-estar para toda a família e, de quebra, melhorar a saúde de todos. O motivo? Simples: é comprovado, cientificamente, que o ser humano necessita de contato com a luz do sol todos os dias para se manter saudável. Esse cuidado é importante para que o organismo produza vitamina D, o nutriente responsável por fortalecer os ossos do corpo humano e proporcionar mais disposição. 

Para aproveitar a iluminação natural, basta adotar alguns truques simples, como utilizar cortinas de tecidos mais finos e instalar janelas de porte grande nos cômodos. Se preferir, também é possível contratar os serviços de um arquiteto especializado na área, que conseguirá desenvolver estratégias específicas e de acordo com o projeto arquitetônico da sua residência.

Mude o chuveiro para o “modo verão”

Outra alternativa — e tanto — para reduzir os seus gastos com energia elétrica é mudar o seu chuveiro para o famoso “modo verão”.

e-book gratuitoPowered by Rock Convert

No entanto, vale lembrar: essa atitude pode ser tomada apenas quando as temperaturas estiverem elevadas, como é o que acontece ao longo do verão brasileiro. Quando a estação se aproximar, você já poderá abrir mão dos banhos extremamente quentes, dando lugar à água morna que sai do seu chuveiro.

Para quem não sabe, essa opção é bem mais econômica do que a “tradicional”, já que utiliza menos energia elétrica para esquentar a água da ducha. É uma maneira simples e bem eficiente de economizar uns bons trocados ao longo de todo o verão, se preparando para enfrentar uma conta mais salgada nas temporadas frias do calendário.

Desligue os aparelhos eletrônicos das tomadas

Você pode nem imaginar, mas é provável que também tenha o costume de deixar todos os aparelhos ligados na tomada durante o dia. A princípio, essa atitude parece inofensiva, mas acredite: ela é uma das principais responsáveis pela conta de energia cara.

Ainda que os equipamentos permaneçam em modo “stand by”, como é o caso da TV, do computador e do DVD, eles estão consumindo uma boa quantidade de energia. Afinal, passam o dia inteiro com uma pequena luz acesa, mesmo sem estarem sendo utilizados no momento.

A solução? Sempre que possível, retire esses itens da tomada quando não estiverem sendo usados. Também é possível seguir outras recomendações valiosas, como deixar de lado o uso de benjamins e evitar manter os carregadores conectados na tomada quando não estiverem sendo utilizados.

Invista em energia solar

Quando o assunto é energia solar, o Brasil é visto com um país de grande potencial para o uso dessa modalidade. Primeiro, porque a região é conhecida por ser, diariamente, abastecida com uma alta incidência de raios solares. Depois, porque o custo das tarifas de energia elétrica estão cada vez mais elevados. Sendo assim, nada mais justo do que “unir o útil ao agradável” e começar a considerar o uso dos painéis fotovoltaicos, não é mesmo?

São inúmeras as vantagens ao apostar nessa ideia. A primeira e mais atrativa de todas está, exatamente, na economia. Em comparação à rede elétrica tradicional, a energia solar é bem mais barata — fato este que pode ser observado a médio e longo prazo pelos consumidores.

Para provar, você pode considerar o investimento na instalação desse sistema e dividi-lo pelo valor de energia gerado em todo o seu período de funcionamento. Com esse cálculo simples é possível notar que o preço da energia produzida por meio dos painéis solares é muito mais baixo do que aquele gerado de modo convencional.

E não é só isso. Os moradores que investem nessa modalidade também conseguem se beneficiar de outros fatores, sendo eles:

  • tem baixo custo de manutenção;
  • pode valorizar (e muito!) o imóvel;
  • tem um excelente rendimento financeiro;
  • é uma forma sustentável de produzir energia.

Agora que você já sabe as razões da conta de energia cara, que tal aproveitar para investir nos painéis solares? Além de garantir uma excelente economia para o seu bolso, essa alternativa é sustentável, com instalação muito fácil e não exige muitos cuidados de manutenção. Pode confiar: não tem como se arrepender!

E então, gostou das nossas dicas exclusivas? Para continuar por dentro de todas as novidades do setor, não perca tempo e curta já a nossa página no Facebook e Instagram!

Comments

comments